Morte por febre amarela no estado deixa Sul do Rio em alerta

Secretaria Estadual de Saúde determinou vacinação em todas as cidades.
Em Itatiaia, número de imunizações está longe da meta.

Com a confirmação de dois casos de febre amarela no estado do Rio, com uma morte na área rural de Casimiro de Abreu, na Baixada Litorânea, a Secretaria Estadual de Saúde determinou que todas as cidades do estado vacinem a população. Em Itatiaia, desde o início da campanha, em fevereiro, menos da metade do público-alvo foi imunizada.

Com medo da doença, os moradores correram para os postos de saúde após a notícia da primeira morte confirmada no estado. Na reportagem exibida pelo RJTV, é possível ver que tinha até fila no corredor de um posto de saúde no Campo Alegre, uma das nove unidades que estão oferecendo a vacina em Itatiaia.  Mas, apesar disso, ainda há resistência à imunização, principalmente em relação aos efeitos colaterais.

“Eu soube de algumas pessoas, pessoas próximas que tiveram reação alérgica. Dos familiares que eu acompanho, as crianças não tiveram reação, então assim, elas responderam bem à vacina. Já alguns adultos tiveram uma reação leve, parecido com um início de um resfriado e logo depois passa”, contou a recepcionista Marli Ramos Martins.

O município recebeu 26 mil doses da vacina, o suficiente para imunizar todas as pessoas dentro da faixa etária determinada, entre nove meses e sessenta anos incompletos. Porém, desde o início da campanha — dia 15 fevereiro —, até agora, pouco mais de 11 mil moradores foram vacinados, o correspondente a 42% do total, menos da metade da meta prevista.

“Nós precisamos realmente melhorar esse número né? Temos uma vacinação bem expressiva, uma procura boa, deu uma baixada um pouquinho só agora nesse período de Carnaval, mas agora a gente  está agora com uma procura novamente expressiva. A gente tá contando que as pessoas voltem a procurar os postos de saúde e que a gente consiga alcançar a nossa meta que é vacinar aproximadamente 26 mil pessoas”, explicou a coordenadora do Programa de Saúde, Andrea Rocha.

De acordo com a secretaria de Saúde, ainda restam quase 15 mil doses. Todas as vacinas ficarão disponíveis nos postos mesmo depois do fim da campanha, que termina no próximo dia 24 (sexta-feira). As autoridades acreditam que a procura aumente agora, com a preocupação pela morte confirmada em Casimiro de Abreu.

“Deixa claro que em Itatiaia nós não temos caso nenhum, nem de silvestre nem de urbana, não temos mortes de macaco, não temos nada que possa tá alarmando. Deixa claro que isso que aconteceu em Casimiro ainda não há uma nota técnica da secretaria do Estado pra gente, mas como há a confirmação de um caso, a gente acredita que as pessoas vão dar uma procurada um pouquinho a mais”, falou.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Portal de Notícias e Guia Comercial de Conservatória - O melhor portal de informações e entretenimento de Conservatória