Vasco x Flamengo: jogo pelo NBB está confirmado para a Arena da Barra

O impasse chegou ao fim. Finalmente, Vasco e Flamengo têm um local definido para o duelo válido pela 10ª rodada do Novo Basquete Brasil (NBB), no dia 28 de janeiro, às 14h. O clássico carioca será disputado na Arena da Barra da Tijuca, palco das disputas da ginástica artística na Olimpíada Rio 2016. No entanto, ainda está sendo discutido se a partida contará com torcida única, no caso do Vasco, já que a equipe é a mandante, ou dupla. O ginásio já recebeu jogos do NBA Global Games, final do NBB e decisão do Intercontinental de Clubes, vencido pelo Flamengo.

Rubro-negros compareceram em peso à Arena da Barra (Foto: Marlon Falcão/inovafoto)Arena da Barra recebe jogo do Flamengo (Foto: Marlon Falcão/inovafoto)

Inicialmente, o duelo estava marcado para 18 de dezembro do ano passado, mas a Liga Nacional de Basquete (LNB), que gerencia o NBB, remarcou para o dia 28 de janeiro deste ano. Tudo isso por falta  de um ginásio que comportasse a tempo e com segurança o clássico carioca.
O Vasco queria que a partida marcada para o dia 18 de dezembro tivesse torcida dupla na Arena da Barra. Vice-presidente de quadra e salão do clube, Fernando Lima até chegou a levar o Major Silvio Luis, do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe), para vistoriar o local.

O Major constatou que o ginásio reunia as condições necessárias para a realização do evento, recomendando, no entanto, a instalação de grades para separar torcedores rivais. Depois, diante a informação de que as barreiras não poderiam ser fixadas no chão, o Major teria recomendado informalmente que o jogo não ocorresse naquelas condições por questões de segurança.

Diante da desistência do Vasco em realizar o jogo na Arena da Barra, a LNB decidiu adiar o confronto. Além da Arena da Barra, o Vasco tentou outros dois locais para a realização do jogo. Primeiro, tentou marcar a partida para o Maracanãzinho. No entanto, Casa Civil e a Odebrecht (que foram procuradas) não assumiram responsabilidade pelo ginásio, e o clube precisaria arcar com todas as despesas referentes à colocação de piso, instalação de placares e tabelas – o que inviabilizaria a operação.

Por último, o Vasco ainda pensou no ginásio do Tijuca como uma terceira alternativa, com o jogo aberto para apenas uma torcida. O local, no entanto, não estava disponível devido à realização de outro evento na data.

POLÊMICA NO ESTADUAL DO RIO

Encontrar uma arena para a realização do clássico não foi fácil no último Campeonato Estadual, que acabou de forma polêmica. Foram dois jogos no Tijuca Tênis Clube, onde o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios) só autoriza partidas com torcida única. Em um deles, vencido pelos vascaínos, houve briga entre membros de torcedores do Flamengo, intervenção da Polícia Militar e suspensão do confronto em quadra por 15 minutos. No outro, nenhum incidente foi registrado, e o Rubro-Negro saiu vitorioso.

Pela série melhor de três da decisão, um jogo foi realizado com portões fechados na Gávea. O outro, também sem torcida, em São Januário. E o terceiro não aconteceu. O presidente do Vasco, Eurico Miranda, decidiu que sua equipe não jogaria no ginásio do Tijuca, local indicado pelo Flamengo, ao alegar falta de segurança. A partida teria apenas torcedores do Flamengo no ginásio. Portanto, os comandados de José Neto saíram campeões estaduais por W.O.

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Portal de Notícias e Guia Comercial de Conservatória - O melhor portal de informações e entretenimento de Conservatória